PCA Engenharia, Lda.
Nova Ponte sobre o Rio Tejo no Carregado
 
ApresentaçãoObjectivosHistorialContactos
Projectos
> Empreendimentos
Ponte sobre o rio Tejo no Carregado
A Nova Travessia do Tejo no Carregado apresenta cerca de 12 km de extensão. É composta pelo Viaduto Norte, com cerca de 1700 m de comprimento, a Ponte sobre o rio Tejo com 970 m, atravessando o leito menor, e o Viaduto Sul com cerca de 9300 m.
Este projecto foi realizado em co-autoria com a Coba, Civilser e Arcadis, tendo a PC&A a responsabilidade pelo projecto da Ponte.

 

A plataforma do tabuleiro acomoda o perfil transversal da auto-estrada com 2x3 vias, comportando em cada sentido meio separador central com 0,3 m de largura, berma interior com 0,50 m, três vias de tráfego com 3,50 m cada, berma exterior com 2,525 m e passadiços de serviço, com 1,15 m, resultando portanto uma plataforma com 29,95 m de largura total.
 
O Viaduto Norte, com 1695 m de comprimento total, é constituído por quatro viadutos com tabuleiros em laje vigada betonada in situ, com vãos correntes de 33 m e 2,0 m de altura, monoliticamente ligado a pilares/estaca com 1,5 m de diâmetro. Na zona do Viaduto V3 existe um vão de 62,00 m para o atravessamento da Linha do Norte, sendo os vãos adjacentes de 44,90 m. Este atravessamento é realizado pelo fecho inferior de cada par de vigas que constitui assim um duplo caixão de altura variável até um máximo de 3,0 m junto aos pilares adjacentes à Linha férrea.
 
O Viaduto Sul é constituído por um conjunto de vinte e dois viadutos, totalizando 9230 m de comprimento, com tabuleiros em laje vigada em betão armado e pré-esforçado longitudinalmente, com vão corrente de 36 m, monolíticos com pilares/estaca de 1,50 m de diâmetro que localmente atingem mais de 50 m de profundidade. Os tabuleiros foram executados recorrendo a vigas-caixão préfabricadas, sobre as quais foi betonada a laje superior, recorrendo para o efeito a pré-lajes colaborantes.

A Ponte tem uma extensão total de 970 m, dividida em vãos parciais de 95 127 133 4 x 130 95 m, com um tabuleiro único em caixão monocelular de betão armado pré-esforçado, de altura variável entre 8,00 m no apoio a 4,0 m a meio vão e junto aos pilares de transição. O caixão é dotado de grandes consolas laterais que são apoiadas em escoras metálicas que descarregam na laje de fundo do caixão; o seu espaçamento é constante e igual a 5,00 m.

 



O tabuleiro é pré-esforçado longitudinalmente por cabos de pré-esforço interiores e exteriores. Transversalmente a laje é também pré-esforçada.
 
Os pilares P1 a P5 são monolíticos com o tabuleiro, sendo constituídos por duas lâminas de betão armado com 1,20 m de espessura espaçadas de 5,00 m entre eixos. Cada uma destas lâminas é por sua vez dividida em duas por um vazio central com um metro de extensão.
 
Os pilares P6 e P7 são formalmente idênticos aos restantes; o afastamento entre lâminas é de 7.40 m sendo estas dotadas de uma laje de encabeçamento com 2,0 m de espessura, onde são instalados os aparelhos de apoio de deslizamento longitudinal.
 
As fundações são indirectas por estacas de 2,20 m de diâmetro que atingem mais de 40 metros de profundidade. Nos pilares P3 a P7 dispõem-se oito estacas e dez nos pilares P1 e P2. As estacas foram executadas com encamisamento metálico integral.
 
Os maciços de encabeçamento das estacas são elementos de grande dimensão. Existem dois tipos de maciços: os dos pilares P1 e P2 com espessura de 7,22 m e 33 m de largura, na zona do canal de navegação, e os dos restantes pilares com 4,52 m de espessura e 27.5 m de largura. Em planta estes maciços têm uma forma rectangular rematada por topos de configuração circular, o que lhes confere uma menor resistência ao escoamento.

Os pilares de transição são constituídos por uma viga estribo com dimensão para acomodar os apoios quer da ponte quer dos viadutos adjacentes. Esta viga estribo apoia em quatro fustes de secção hexagonal oca. A fundação é constituída por um maciço de encabeçamento em betão armado que liga dez estacas de 1,5 m de diâmetro executadas por metodologia semelhante à das estacas dos viadutos contíguos.